Laboratório reúne cientistas e gestores para pensar políticas educacionais

Grupo de pesquisa multidisciplinar conta com “conselho consultivo” formado por secretários da educação de sete estados; objetivo é estreitar troca de informações
SHARE
, / 717 0

01Responsabilidade social, pensamento crítico, controle emocional. É inegável que essas habilidades são mais do que desejáveis no mundo atual. No entanto, que atenção recebem da educação tradicional? Como essas e outras habilidades socioemocionais podem ser intencionalmente desenvolvidas para criar um currículo estruturado ou metodologia de ensino direcionada para esse fim? Com o objetivo de estreitar a troca de informações entre pesquisadores e gestores públicos, foi criado o eduLab21.

Organizado pelo Instituto Ayrton Senna, o laboratório de estudos reúne especialistas brasileiros e estrangeiros que estudam as relações entre desenvolvimento de habilidades para a vida – que incluem as competências socioemocionais – e o desempenho acadêmico, profissional e o bem-estar. Fazem parte os economistas Ricardo Paes de Barros (Instituto Ayrton Senna/Insper) e Daniel Santos, da Universidade de São Paulo, e os psicólogos Filip De Fruyt, da Universidade de Ghent, na Bélgica, Oliver John, da Universidade da Califórnia, e Ricardo Primi, da Universidade São Francisco.

A intenção é dialogar diretamente com os gestores de educação do país para entender as demandas da rede pública e pensar, assim, propostas aplicáveis. Esse “conselho consultivo” já envolve os secretários de Educação do Acre, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Pernambuco, Rio de Janeiro e Santa Catarina.

“Acho importante que os secretários de Educação, que vemos na rotina os desafios do ambiente escolar, estejamos em um grupo para apontar em que medida os conhecimentos científicos podem ser aplicados na escola, quais as dificuldades de implementação e dar espaço para que testes sejam feitos”, considera o secretário de Educação do Estado do Rio de Janeiro, Antonio Neto.

A rede estadual fluminense trabalha em parceria com o Instituto Ayrton Senna para desenvolver nos alunos habilidades para a vida, integrando as competências socioemocionais no aprendizado acadêmico. “É complexo o processo de passar um conhecimento da ciência para a escola. No caso das competências socioemocionais, por exemplo, muitas pesquisas já mostravam o potencial disso para a educação, mas para pegar esse conceito e levar para o ambiente escolar tivemos de reelaborar toda a rotina da escola”, comenta Antonio Neto.

As informações práticas oferecidas pelos gestores serão o ponto de partida para pensar novas ferramentas de ensino. “No passado, estávamos muito focados na questão da avaliação, pensando no que se entendia sobre o que é o aprendizado cognitivamente. Agora estamos expandindo esse conceito de qualidade também para as habilidades socioemocionais”, explica Tatiana Filgueiras, diretora do eduLab21.

02

O grupo pretende criar um instrumento formativo que ajude o professor a conhecer melhor as habilidades socioemocionais de seus alunos, tendo informações para desenvolvê-las com intencionalidade. Há uma parceria com a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) e outros oito países para desenvolver um instrumento formativo para criatividade e pensamento crítico.

03“Hoje as avaliações ainda estão muito ligadas à memorização. Agora estamos colocando as competências socioemocionais, mas ainda há um mar de áreas da inteligência a ser explorado”, diz a diretora do eduLab21. “Queremos traçar um mapa da inteligência até o momento. O que é importante para a vida? O que pode ser levado para a escola?”

Para Antonio Neto, a proximidade com inovações científicas deve ajudar a rede pública a melhorar seu ensino e a qualificação de seus profissionais. “Sabemos que a escola precisa mudar e, na medida que há o aprofundamento do conhecimento científico, podemos repensar o trabalho da nossa rede para implementar a inovação e preparar nossos profissionais para entender as bases científicas e, então, aplicar em seu trabalho”.

Comments

comments

PASSWORD RESET

LOG IN